"Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo; de fato, sempre foi, somente, assim que o mundo mudou."

(Fritjof Capra)

Traduzir esta página para:

quarta-feira, 1 de junho de 2011

As crianças cada vez mais cedo rogam por uma vida digna


Quiido Papai do Céu

Pu favol, põe bastante zuízo nas zentes gandes.
Insina eles a respeitá os bicinhos, as forzinhas, as matas,
os rios, as paias, o mar e todo ar do céu
pa zente num picizá de inalação nem inzeção
que cura dodói e faiz oto dodói.
Insina eles a num bigá, num faze tanta cala feia, num
zogá tanta bomba, num dessá tanta zente sem casinha,
sem papai, sem mamãe, sem papinha.
Insina eles, Papai do Céu, a ficá bem quetinhos no seu colinho,
qui cura tudo lá dento du colação, aí eles vão ficar bem milor,
bem mais bunitinhos!
I a zente vai podê tê futuio nessa Terra linda qui ce deu pa nóis!
Tem pacênça, Papai do Céu, eles ainda apende!
Muito bigado. Amém, um bezo de todas as quianças.
(autoria desconhecida)

Na primeira leitura dessa oração o primeiro instinto é de sorrir e
pensar: que bonitinho, que lindo!
Como educadora e outros poderão confirmar essa fala, as crianças estão cada vez mais
precoces no desenvolvimento intelectual, físico, psíquico, nas ações, nas palavras...
Com a avalanche de notícias trágicas e devastadoras amplificadas pela grande mídia e com a desatenção das famílias que permitem o acesso das crianças aos meios de comunicações como
TV e internet sem o cuidado sobre o conteúdo que estão tendo acesso, o que vemos e ouvimos nas escolas dos pequenos nos deixam muitas vezes assustados, perplexos, até sem argumentos de imediato.
Quando digo pequenos estou falando de crianças ainda no jardim de infância que ainda mal
dominam a linguagem falada.
São muitas as consequências dessa precocidade, mas a pior é perceber em seus olhinhos, em seus desenhos, em suas falas situações que não estavam preparados para vivenciar. Expressões de
preocupação por certos acontecimentos que tomaram conhecimento. Desde quando uma criança deveria ter motivos para preocupar-se com algo? Exceto sobre qual brincadeira vai optar, qual será a próxima peraltice, saciar sua fome, sua sede.
Pois, a sede que muitas vezes vemos expressos nessas crianças não é a de água. É uma sede angustiante de quem não está entendendo ou entendendo muito bem o mundo que os rodeia.
Os educadores precisam cada vez mais estar atentos e preparados ao que as crianças nos transmitem para que nosso apoio seja no mínimo de aconchego, de segurança, de compreensão
do que estão sentindo para que suas inseguranças sejam amenizadas. Além é claro de outras atitudes que todo educador e a escola têm de tomar e que não vou relacionar aqui por que
não é esse o objetivo do post.

Eu só gostaria de compartilhar essa mensagem para pararmos um pouco de olhar para os nossos
próprios umbigos de "adultos" e prestar mais atenção aos nossos filhos, nossos alunos, às
nossas crianças que também e de forma muita mais complexa sofrem com essa sociedade atual que
massifica e massacra desde a mais tenra idade.
(Rosa Zamp)


Imagens: google

28 comentários:

  1. As crianças são uma coisa (?) boas em potência...Muito do que eles serão depende de nós e do exemplo. Acredito que serão melhores que nós...Verdade que não lhes será difícil...

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo destaque as crianças no seu dia.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga
    falar de crianças é-me muito querido, ou não fosse eu mãe de três (sim, podes fechar a boca...lol. duas são gémeas).
    Muito aprendemos com eles..acho que eles nos ensinam mais do que ao contrário...eu verifico isso com os meus e não estou a falar de coisas que hoje eles dominam ais que nós adultos, como a tecnologia...
    Estou a falar de principios e valores que nós fomos pincelando ao longo do seu desenvolvimento e que eles, à menor falha, nos chamam a atenção...
    Por vezes dou comigo a sorrir, nestas situações...
    Sermos congruentes perante as nossas crianças é muito importante para não lhes passarnos mensagens dissonantes!!!
    Se não fosse eles há muito que a vontade de desistir se sobreporia a tudo o resto... tanta a podridão deste mundo!!!
    Depois de uma dia de cansaço, chegar a casa e alguém nos diz: "mãe, sabes uma coisa?"
    Não filha, diz! "eu amote muito mãe..."
    Aí amiga, não há desalento que nos apoquente... começo a sentir o meu sangue circular com toda a forma para mais dias assim e para o que vier, com energia redobrada...
    Desculpa, introduzir aqui a minha experiência... mas tona-se mais verdadeira qd a vivemos na pele e no coração.
    És um amor de pessoa e bendita M. por nos ter "apresentado".
    PS: tb falei de ti e do teor do teu blogue a outro seguido meu... Paulo Coelho do blgue do ibomdeiro que partilha e manifesta as mesmas preocupações...
    bjs grandes

    ResponderExcluir
  4. "As crianças aprendem o que vivenciam" (livro de Dorothy Law Nolte e Rachel Harris) muito bom livro voltado em especial ao poder do exemplo dos pais na educação dos filhos. Se bem que não precisamos de livros para saber disso.

    Também acredito que lhes será bem fácil serem melhores que a gente. :)

    Se assim não for o que será deste mundo?
    É bom nem pensar...

    Bjs e um ótimo dia.

    ResponderExcluir
  5. Jader

    Como não lembrar dos pequenos? Dos que nos inspiram a esperar o novo dia?
    Amo as crianças!
    Bjs companheiro e obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  6. CF
    Três? Por que ficaria de boca aberta? |o|
    Deve ter filhos lindos. Eu tenho duas e a mais nova (8 anos) nos deixa de cabelo em pé, desde que nasceu! Quantas vezes queremos lhe dar uma bronca, mas não aguentamos e caímos na gargalhada. Nem a irmã 10 anos mais velha pode com ela.
    Hoje eles tem resposta pronta para tudo, argumentos na ponta d'língua e as vezes temos de dar uma de autoritários para dizer: basta, quem manda no pedaço aqui sou eu!
    Contudo, são sim as nossas fontes de energia para encararmos o dia a dia.
    Viu também aproveitei para falar um pouco de mim e das minhas pimpolhas.

    Querida obrigada por citar meu blog com colega seu é um sinal de que realmente gosta daqui.

    Grande beijo e um abençoado dia!

    ResponderExcluir
  7. Informação demais para eles... mundo do "tudo pronto"... Mas acredito na boa influência da família como base para um crescimento sadio que os prepare para enfrentarem esse mundo louco.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Querida Amiga..
    Uma postagem excelente nossas crianças o futuro do Mundo esta em suas mãos mais depende de nós pais e da sociedade como um todo.
    Hoje lamentamos ver tantas crianças sem estudar e já perdido no Mudo das drogas sem que nossos governantes façam alguma coisa para evitar.
    Um beijo no coração ,,Evanir..

    ResponderExcluir
  9. CF: tens 3?


    lol


    Agradeço a vossa contribuição para o mundo melhor!

    :)

    ResponderExcluir
  10. Nel
    Também acredito no poder da família com seus exemplos para os filhos. Só que o grande problema hoje na sociedade é esse. Faltam bons exemplos, falta a instituição familiar para milhões de crianças. Mesmo assim sigo acreditando nas novas gerações.
    Bjs querida

    ResponderExcluir
  11. Evanir
    Família, escola, governantes, sociedade...todos tem que parar para pensar no futuro das novas gerações.
    Temos de acreditar e fazer a nossa parte.
    Adorei sua visita.
    Bjs e um dia abençoado pra ti.

    ResponderExcluir
  12. M.

    Você é de doer hein? Deixe a CF continuar ajudando:)

    São várias as contribuições implícitas aí |o|

    Eu também gostaria de ter contribuído mais, mas...

    :))

    ResponderExcluir
  13. linda postagem, a bíblia fala que temos que ser como criança, pq elas são puras, se as pessoas fosse um pouquinho nosso mundo seria mais diferente.n teria tanta guerra, haveria mais amor. e os adultos falariam mais com DEUS. LINDO BLOGS

    ResponderExcluir
  14. Seu blog é muito interessante...
    Estou te seguindo.... Tenha um Lindo Dia!
    Siga meus Blogs: http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/
    E http://deusemminhaalma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Mulheres INDO

    Que a pureza das crianças contagie a humanidade para que possamos ter esperanças num mundo melhor.
    Sejam bem vindas
    Sintam-se à vontade e voltem sempre
    Já visitei o blog é muito interessante e estou por lá.
    Abraços
    Rosa

    ResponderExcluir
  16. Elisabete
    Obrigada por visitar esse mundinho que é de todos que almejam a paz, o bem e a justiça.
    Visitarei seus blogs com muito prazer por que é sempre bom fazer novos amigos.
    Abraços.
    Rosa

    ResponderExcluir
  17. Rosa,
    fiquei curiosa para saber de onde podia ter visto meus comentários, e agora vendo a CF aqui, ja descobri, até porque o blog dela é onde me sinto em casa :>

    Desculpe já começar falando dela, mas é um prazer imenso me sentir em casa, mesmo as casas sendo alheia - há que ser ressaltado esse fato.

    Eu admiro sua profissão, na minha casa, de 4 irmas 2 sao pedagogas. Eu desvirtuei para o lado da tecnologia. Acho porque via como elas se sentiam impotentes frente à essas questões que você bem citou nesse post.

    Acho engraçado alguns pais generalizarem e "culparem" as escolas, sendo que educação vem de berco nao é.

    Quanto a malas pra carregar eu mais do que ninguém sou suspeita em falar, porque carrego algumas de várias marcas e modelos, inclusive eu mesma!! haha

    Seja muito bem vinda!

    ResponderExcluir
  18. Já não posso fazer elogios...

    Snif....

    Vou carpir...


    lol

    (és do melhor que há:))

    ResponderExcluir
  19. C.
    Não me importo que fale de outros amigos, mesmo porque são para mim já meus eternos amigos também.
    A CF (Célia) foi um caso de "namoro" a distância assim como você. Fui observando-a de longe, em seus comentários principalmente no blog da M. (a nossa maluquete que tanto amamos) até que nos encontramos também. Acho que foi eu que me comuniquei primeiro (não me lembro) o que importa é que me identifiquei com ela imediatamente apenas pelos comentários que ela fazia na M. e hoje é para mim uma preciosa amizade que gostaria muito que se torna-se pessoal, não apenas virtual.
    Com você ocorreu a mesma empatia, de minha parte, apenas observando os coments. e espero que esteja nascendo uma grande amizade como as que mantenho aqui no blog.
    Fico feliz em saber que entende bem das angústias da minha profissão em função de suas irmãs. A minha irmã também é pedagoga...ô coitada! Não é fácil, mas é um caso de amor inexplicável...rsrsrs
    Quanto as malas, somos todos um pouco e às vezes muito...depende do nosso humor no dia. É aí que entra o respeito mútuo.
    Querida, no que depender de mim sinto que seremos grandes amigas também, pois, se tem algo além de minha família que faz muito bem a minha alma são as amizades que compartilho neste mundo virtual.
    Um grande beijo no coração e boa noite.
    Rosa

    ResponderExcluir
  20. M
    Por acaso estamos participando de algum concurso de quem faz a melhor chantagem emocional? Acaso é um passatempo do AF? |o|
    Eu choro por lá, você chora por cá...
    kkkkkkk...desculpa, mas não consigo parar de rir....
    Ah,carpir é ótimo. Quando vou para o sítio é a minha melhor terapia. Acho que também já conheces! Vai fundo, aposto que vais melhorar.:)

    Impossível ficar mal contigo criatura e olha que estou de TPM...acho que o M é que me influencia|o|

    Boa noite maluquete querida:))

    ResponderExcluir
  21. Estive ausente, não por querer...tarefas extras.
    Que buitinnha a sua fala, estão mesmo todas elas,
    fazendo súplicas.Estou quase setentona, efrequentando em escolas públicas da periferia. Passo por terminais de ônibus e vejo cenas que machucam. A infância (se é que é...)está abandonada, e eu faço tão pouco...Mas eu não perco as espreanças desse quadro reverter, para um futuro, ainda que a longo prazo. Acredito nas mobilizações...aplaudi tanto a colega potiguar, com certez ela vai se multiplicar...

    Beijos, Rosa

    ResponderExcluir
  22. Rosa bom dia querida.
    Hoje estou passando rapidinho, porque minha sexta-feira está muito corrida, mas achei teu blog muito bom, acho que temos afinidades sim. Na segunda-feira voltarei com mais calma porque viajo hoje e só volto segunda.

    Te desejo um lindo fim de semana, obrigada por ter estado na minha casa, e te convido pra voltar mais vezes.

    Beijo grande pra ti!
    Já te sigo também, pra não te perder de vista.haha...

    ResponderExcluir
  23. Lúcia
    O tempo hoje é nosso maior desafio. Também não consigo fazer tudo o que gostaria, inclusive colocar em dia a visita em todos blogs, por isso te entendo.
    Querida, você não faz pouco. Não pense assim, nós fazemos o que nos é possível pelas crianças por que não temos como acudir, acolher a todas.
    Continue fazendo o que lhe cabe e sempre que der um pouquinho mais, esta é a parte que nos cabe.
    Grande beijo e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  24. ZINA
    Que bom que veio me visitar mesmo na correria.
    Seja muito bem vinda e volte sempre. Também voltarei por lá.
    Ótima viagem e lindo fim de semana. Te espero com mais tempo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. es sumamente triste que al final los ninos son los que al final salien perdiendo..

    un abrazo ^^

    ResponderExcluir
  26. AMIGA VOLTEI PARA NÃO DEIXAR ESPAÇO VAZIO NO SEU E NO MEU CORAÇÃO...LOL
    Descobri que não sei viver exilada...e depois, não te podia deixar sem mais uma mão nesta luta... não é verdade?
    Tens recado lá no meu blogue
    bjs grandes

    ResponderExcluir
  27. OBAAAAA...que BOM :))
    Você não imagina como fiquei triste com a notícia de que iria se ausentar, já a tenho no meu coração.
    Nossa estou muito feliz, não imaginas quanto!

    Desejo sinceramente que esteja tudo bem com você, com seus filhos e toda a família.

    Não importa as voltas que a vida dá e suas consequências (boas ou ruins) o que nos mantém vivos de verdade, por inteiro é nossa família e os amigos.

    Beijos de alegria!
    :D

    ResponderExcluir
  28. Rebeca
    Sim, é muito triste e por isso precisamos socorrê-las fazendo o que nos cabe.
    Obrigada pela visita, volte sempre.
    Abraços :)

    ResponderExcluir

Suas palavras são mais importantes que as minhas...