"Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo; de fato, sempre foi, somente, assim que o mundo mudou."

(Fritjof Capra)

Traduzir esta página para:

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Aceita brindar comigo?

Sim, sempre haverá motivos para brindarmos.
O motivo que me leva a convidá-los a fazer este brinde é pelo fato de que há um ano este pedacinho do blogger cedeu um micro espaço para ativar esta página que atrevi chamá-la de "palavras de um novo mundo". Desde então descobri de fato um "novo mundo", um mundo, o qual confesso, não conhecia: a blogosfera.
Que bela, agradável e surpreendente descoberta obtive após um rápido "cursinho" que fiz para capacitação na rede em que trabalho. Nada, absolutamente nada, tenho que desabone essa experiência vivida nos últimos doze meses, muito pelo contrário foram meses de descobertas fantásticas.
Descobri que por aqui eu era verdadeiramente informada dos fatos noticiários do dia a dia. Em plena época eleitoral foi mesmo um momento decisivo, embora nunca tenha acreditado nas fontes hoje muito conhecida (graças a blogosfera) como velha, podre e elitista mídia golpista. Então, obter informações de fontes fidedignas, imparciais e que possibilitam uma ampla discussão sem nunca dar informações como verdades inquestionáveis,  nossa... achei fantástico!
Descobri que, como eu, mais e mais pessoas se formavam e se informavam através deste "novo mundo".
Conheci (virtualmente) centenas de pessoas que por aqui passaram, tanto da minha área de atuação profissional como de outras tantas que só contribuíram para o meu crescimento enquanto gente que sou. Os verdadeiros educadores, jornalistas, escritores, poetas, artistas, pessoas "incógnitas", gente comum, mas de inteligência extraordinária, de sentimentos puros expressos em palavras ora carregadas de emoção ora de divertimento, de tristeza, de medo, de angústias, de felicidades.
Aprendi...como aprendi, que mesmo nos momentos mais difíceis da vida sempre há uma palavra de acalento que nos refaz, e o mais importante, sem que você tenha pedido, sem mendigar amizades que julgava verdadeiras, e mais, dos quatro cantos do mundo. Meu Deus que descoberta maravilhosa!!!
Ri, ri muito....e chorei... chorei muito com tantos blogs deste mundo sem fronteiras para a internet.
Jamais me imaginei trocando informações e emoções com gente do outro lado do mundo. Com pessoas de uma sensibilidade tocante, de um senso de humor e críticas quase palpáveis, sentidas concretamente.
Senti vibrações imensamente positivas de blogs que nos iluminam, nos elevam e nos incentivam a viver de forma plena, saudável, positiva.
 Me revoltei...muito, com denúncias as quais desejei ter o poder de solucioná-los a qualquer custo para não sentir mais a angústia e sofrimento dos perseguidos.
Sonhei...ah como sonhei com palavras intensas de paixão, de amor, da mais pura e perfeitas poesias de escritores desconhecidos da mídia, mas não deste "novo mundo".
Fiz amizades tão deliciosas as quais jamais me esquecerei e que pretendo que sejam por toda a vida. Amizades deste imenso Brasil que é como o coração de uma mãe, abriga tantas raças, tantos credos e tanta gente boa. Amizades do nosso país irmão: Portugal o qual tive a felicidade de fazer amigos para toda a vida, amigos da Espanha, França, Finlândia, só para citar os que de fato mantém a linda amizade que por aqui floresceu e  tenho fé que nos veremos em breve pessoalmente.
Enfim, sou intensamente grata pela receptividade que minhas palavras obtiveram, pelas críticas recebidas, pelos incentivos nos momentos difíceis, pelas alegrias que me proporcionaram, pelas emoções sentidas, por tudo...o meu muito obrigada!
E o meu perdão pela poucas postagens e visitas nos últimos meses, mas garanto-lhes que foi por uma boa razão. É que retornei ao meu trabalho de sala de aula, a qual estive afastada por vários meses por motivos de saúde, e  desde meados deste ano que meus amados pequeninos me ocupam quase 24 horas por dia e apesar de tudo é tudo que amo fazer.
AH...e não! Não me importo com quantidade de seguidores, de visualizações, mas com a qualidade das pontes que aqui podemos construir.
Bem, se leu até aqui um agradecimento especial a ti. Beijos, abraços e o desejo de PAZ para todos!
(Rosa Zamp)

16 comentários:

  1. Tuas palavras sempre me encantam, Blogueira do Coração. Me sinto parte deste "Novo Mundo" de que falas. Conquistamos espaços quentes, doces, suaves, fortes e recíprocos... em nossos corações. Só me resta te parabenizar e te desejar Paz, Felicidades, muitas e muitas Bênçãos. Brindemos à Tua Saúde e a este Novo Mundo! Grande e carinhoso e apertado abraço!

    ResponderExcluir
  2. Já estava com preocupações e tu afinal...nos copos!!!

    :)

    O espaço que ocupas é gigante:))))

    ResponderExcluir
  3. Olá Rosa,
    Parabéns! Pelo que você escreve dá pra ver que é mesmo uma guerreira do bem. Não bastasse a profissão, tão importante para mudar o mundo e tão desprezada por nossos governantes.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Quero brindar “tin-tin” PARABÉNS por esse sucesso. Adoro ler seus post., comento pouco pois tenho um filho de dois anos que não me deixa ficar por muito tempo no computador mas, pode ter certeza que estou sempre por aqui. Vc escreve muito bem, lindo este post. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Sonia Amorim

    Sim, você é parte legítima deste "novo mundo" e com muitos créditos minha querida amiga.
    Muito obrigada por tudo. Beijos

    ResponderExcluir
  6. M.

    Ah...criatura M. um ano se passou e você continua uma "incógnita" (se não percebeu esse trecho foi para tu).
    Se meu espaço é gigante como diz é porque vocês o agigantaram :)))
    Ah...nos copos sim...com moderação :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Eliseu
    Que saudades de nos falarmos. É uma honra tê-lo nesse momento importante para o blog.
    Obrigada pelo carinho e pela sensibilidade.
    Abraço caloroso amigo.

    ResponderExcluir
  8. Pati

    Obrigada querida por ser também parceira fiel deste mundinho. Fico muito feliz que esteja sempre por aqui e eu também não deixo de acompanhar seus trabalhos.
    Beijos para ti querida amiga.

    ResponderExcluir
  9. Palavrasamiga

    Claro que sim, sempre que tu o que quiseres - mas desde que, minha querida pedagoga, não escrevas "haverão"... porque é «haverá». Sabes, certamente que haver é um verbo unipessoal, sempre no singular; apenas quando substitui o verbo ter é que... tem plural. Ainda haveremos de ter razão... rsrsrs

    De qualquer jeito, haveremos de brindar sempre que entendas que haverá motivos para isso, minha querida.

    Qjs

    PS - Já te esqueceste do caminho para a nossa Travessa? Sinto saudades...

    ResponderExcluir
  10. Henrique Antunes

    Só mesmo tu para expor esse grave erro gramatical que cometi, no momento da emoção, com tanto estardalhaço (risos)

    Ok..Ok...o caro amigo está corretíssimo e já corrigi.

    Agora passemos ao que importa: há quanto tempo hein?!? Mas, estou feliz que tenha voltado para este brinde o qual "haveremos" de fazê-lo pessoalmente, já que pretendo conhecer vossa terrinha :)

    Não ando esquecida querido amigo, tenho andado é sem tempo mesmo, mas irei fazer um passeio em tua travessia.

    Queijinhos para ti também.

    ResponderExcluir
  11. Minha amiga
    Junto-me a ti neste brinde e concordo com o que dizes...a blogosfera proporciona belas amizades. Tu és uma delas.
    desculpa a ausência, mas muito trabalho
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Passei pra te desejar um dia maravilhoso e para agradecer todas as vezes que você carinhosamente esteve visitando meu blog.
    Espero que volte em breve...

    Beijos
    Ani

    http://cristalssp.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Saudades das suas palavras Rosa!
    Por estes lados o tempo não tem sido meu aliado, parece que voa e fico sem tempo para o blog :(
    Sempre que possível passarei neste seu cantinho que adoro!
    Beijoss!!!

    ResponderExcluir
  14. Minha cara amiga Rosa:
    Espero que você esteja bem e as coisas vão dar grande, que é o que eu quero que você, há muito tempo não temos contato e que não é certo eu vou recuerdomuchas vezes e você vai pensar como um professor, aqui em Barcelona são muito ruins , educação e saúde acima de tudo, ontem estava no ônibus e na Plaza Catalunya, eu vi a polícia bateu alguns University, foi uma demonstração, eu encolheu os ombros do meu coração e comecei a chorar com pesar e tristeza, que aconteceu aqui quando 40 anos era o ditador, e eu muitas vezes corroem, mas este governo merda, não deixe que as pessoas passam em suas vidas, eles querem voltar outra de 50 anos, e dizer que pela crise global, mas aqueles que comando, em carros e tremendo, jantares, viagens em primeira classe, e para eles não há crise.
    Eu vos envio um grande abraço e todo meu amor, de Barcelona, ​​um beijo.

    ResponderExcluir

Suas palavras são mais importantes que as minhas...